LDP: 09/ABR/12

 

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA

09/Abr/2012 (2ª Feira)

LEITURAS

Atos dos Apóstolos 2,14.22-32 (Livro do novo ou 2º testamento / Livros Históricos)

No

dia de Pentecostes, 14Pedro de pé, junto com os onze apóstolos, levantou a voz e falou à multidão: 22“Homens de Israel, escutai estas palavras: Jesus de Nazaré foi um homem aprovado por Deus, junto de vós, pelos milagres, prodígios e sinais que Deus realizou, por meio dele, entre vós. Tudo isto vós bem o sabeis. 23Deus, em seu desígnio e previsão, determinou que Jesus fosse entregue pelas mãos dos ímpios, e vós o matastes, pregando-o numa cruz. 24Mas Deus ressuscitou a Jesus, libertando-o das angústias da morte, porque não era possível que ela o dominasse. 25Pois Davi dele diz: ‘Eu via sempre o Senhor diante de mim, pois está à minha direita para eu não vacilar. 26Alegrou-se por isso meu coração e exultou minha língua e até minha carne repousará na esperança. 27Porque não deixarás minha alma na região dos mortos nem permitirás que teu Santo experimente corrupção. 28Deste-me a conhecer os caminhos da vida e a tua presença me encherá de alegria’. 29Irmãos, seja-me permitido dizer com franqueza que o patriarca Davi morreu e foi sepultado e seu sepulcro está entre nós até hoje. 30Mas, sendo profeta, sabia que Deus lhe jurara solenemente que um de seus descendentes ocuparia o trono. 31É, portanto, a ressurreição de Cristo que previu e anunciou com as palavras: ‘Ele não foi abandonado na região dos mortos e sua carne não conheceu a corrupção’. 32Com efeito, Deus ressuscitou este mesmo Jesus e disto todos nós somos testemunhas”.

Salmo 16(15),1-2a.5.7-8.9-10.11 (R. 1) (Livro do velho ou 1º testamento / Livros Poéticos e Sabedoria ou Sapienciais)

1EGuardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! Ou Aleluia, Aleluia, Aleluia!
— 1Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! 2aDigo ao Senhor: ‘Somente vós sois meu Senhor: 5Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas mãos!
— 7Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, e até de noite me adverte o coração. 8Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, pois se o tenho a meu lado não vacilo.
— 9Eis por que meu coração está em festa, minha alma rejubila de alegria, e até meu corpo no repouso está tranquilo; 10pois não haveis de me deixar entregue à morte, nem vosso amigo conhecer a corrupção.
— 11Vós me ensinais vosso caminho para a vida; junto a vós, felicidade sem limites, delícia eterna e alegria ao vosso lado!

Evangelho de Jesus Cristo segundo as palavras de Mateus 28,8-15 (Livro do novo ou 2º Testamento / Livros Históricos)

Naquele tempo, 8as mulheres partiram depressa do sepulcro. Estavam commedo, mas correram com grande alegria, para dar a notícia aos discípulos. 9De repente, Jesus foi ao encontro delas, e disse: “Alegrai-vos!” As mulheres aproximaram-se, e prostraram-se diante de Jesus, abraçando seus pés. 10Então Jesus disse a elas: “Não tenhais medo. Ide anunciar a meus irmãos que se dirijam para a Galileia. Lá eles me verão”. 11Quando as mulheres partiram, alguns guardas do túmulo foram à cidade, e comunicaram aos sumos sacerdotes tudo o que havia acontecido. 12Os sumos sacerdotes reuniram-se com os anciãos, e deram uma grande soma de dinheiro aos soldados, 13dizendo-lhes: “Dizei que os discípulos dele foram durante a noite e roubaram o corpo, enquanto vós dormíeis. 14Se o governador ficar sabendo disso, nós o convenceremos. Não vos preocupeis”. 15Os soldados pegaram o dinheiro, e agiram de acordo com as instruções recebidas. E assim, o boato espalhou-se entre os judeus, até o dia de hoje.

COMENTÁRIOS

… Eu sou o CAMINHO …

Pergunto-me: para onde caminho? Busco o quê? O bem? O amor? A Verdade? A justiça? Veja o que já nos sugeriram: “No rosto de Jesus Cristo, morto e ressuscitado, maltratado por nossos pecados e glorificado pelo Pai, nesse rosto doente e glorioso, com o olhar da fé podemos ver o rosto humilhado de tantos homens e mulheres de nossos povos e, ao mesmo tempo, sua vocação à liberdade dos filhos de Deus, à plena realização de sua dignidade pessoal e à fraternidade entre todos. A Igreja está a serviço de todos os seres humanos, filhos e filhas de Deus.” (DAp 32).

… a VERDADE …

Jesus ressuscitado aparece primeiro, às mulheres. Por quê? Por que não apareceu primeiro aos discípulos? Não é fácil entender. Mas, pouco antes, quem estava junto à cruz de Jesus eram as mulheres. Provaram ter um grande e verdadeiro amor. Amor que não terminou com a morte. Isto se deduz pelo fato de serem elas as que por primeiro vão ao túmulo para ungir o corpo do Senhor. Há um provérbio popular que diz: “Quem procura, acha!” Poderíamos completar: quem procura o bem, o encontra. Quem procura Deus, o encontra! Aconteceu com as mulheres que ficaram “muito alegres” por ver o Senhor vivo. Tornaram-se assim as primeiras anunciadoras da Ressurreição!

… e a VIDA …

Pai, faze-me compreender que a ressurreição de Jesus é obra do teu amor por ele e por toda a humanidade.

Qual deve ser a MISSÃO em minha VIDA hoje?

Vou cultivar um olhar que BUSCA Deus em tudo e em todos! Ver o rosto de Cristo ressuscitado no rosto das pessoas que encontrar.

REFLEXÕES:

1 – A BOA-NOTÍCIA DA RESSURREIÇÃO

Maria Madalena e a outra Maria tinham ido ver o sepulcro. Um anjo anuncia-lhes que Jesus ressuscitou. As mulheres correm para dar notícias aos discípulos. Nisso, o próprio Jesus vem ao seu encontro e saúda-as: “Alegrai-vos” (khairete). É a mesma saudação do anjo a Maria na anunciação, em Lucas. Agora é de Jesus às mulheres. A novidade é a ressurreição. Elas são incumbidas de levar o anúncio aos discípulos. Os discípulos são chamados de “meus irmãos” pelo Ressuscitado. Eles devem ir à Galileia para a retomada da missão. Enquanto as mulheres vão levando a Boa-Notícia, alguns guardas vão informar os sumos sacerdotes. Com um álibi ridículo e incoerente, o Sinédrio suborna os guardas para dizer que estavam dormindo quando os discípulos roubaram o corpo de Jesus.

2 – AS MULHERES DÃO A BOA-NOTÍCIA DA RESSURREIÇÃO

A ressurreição de Jesus, assim como a sua vida e a sua morte, tornou-se causa de divisão. Os que não creem fazem tudo e usam de todos os meios para negarem o fato. Apesar de saberem a verdade e as consequências que acarretariam suas mentiras, os sumos sacerdotes e os anciãos, que ouviram das únicas testemunhas do fato da ressurreição a narrativa do fato, pagam para que tudo fique oculto e a ressurreição seja negada. Mas para quem nele crê, a ressurreição é motivo de grande alegria, é motivação para que a notícia seja espalhada rapidamente, mas principalmente é ocasião para o encontro pessoal com o ressuscitado.

3 – AS MULHERES

Maria Madalena e a outra Maria, tomadas de afeição e tristeza, ao visitarem o túmulo de Jesus, o encontram vazio, e um anjo anuncia a sua ressurreição. A seguir, o próprio Jesus vai ao encontro delas e as exorta à alegria. Na encarnação, o anjo exortara Maria: “Alegra-te…”. Agora, é a exortação do próprio Jesus às mulheres, pela ressurreição. A ressurreição é a confirmação do dom da vida eterna e divina concedida por Deus às suas criaturas, mulheres e homens. Jesus, então, chama os discípulos de irmãos. Reitera o envio para a Galileia, já antecipado pelo anjo. Lá será dada continuidade à missão. A narrativa do suborno dos guardas, com certa ironia, destaca como a cúpula do poder mente e usa o dinheiro para corromper, na tentativa de ocultar a verdade que ameaça.

4 – JESUS ESTÁ VIVO NO MEIO DE NÓS!

Hoje, o anúncio pascal ressoa vibrante: “O Senhor ressuscitou! Venceu a morte e vive para sempre! Nasce imortal a humanidade nova! Dá-se nova criação e o novo Êxodo!” / Celebramos essa força amorosa de Deus que, pelo Espírito, faz novas todas as coisas. Com as santas mulheres, vamos ao túmulo vazio e nos tornamos testemunhas da Ressurreição. Celebramos a Páscoa de Jesus Cristo que se realiza em todas as pessoas e grupos que promovem a dignidade humana, a vida nova e a paz. Alegres cantemos! / Essa é a notícia mais importante de todos os tempos para a humanidade, e você e eu somos enviados a anunciar: “Cristo ressuscitou!”. Ressuscitando, Jesus venceu o mal e a morte, derrotou o pecado e suas consequências. Ressuscitando, Cristo garantiu vida plena, vida em abundância, vida eterna para todos nós. / O mal e a morte estão presentes no nosso mundo, mas não têm mais a última palavra. O Senhor ressuscitado venceu-os para sempre. Com o Filho de Deus, nós também venceremos o mal que nos cerca. Com Ele passaremos da morte para a vida./ Mais uma vez, o anúncio da Ressurreição do Senhor vem tornar mais firme a nossa esperança diante dos desafios e dificuldades que encontramos no nosso dia a dia, pois Ele ressuscitou e está vivo no meio de nós! Jesus caminha conosco e orienta a nossa história pessoal, familiar e comunitária. / Desejo que o Ressuscitado se faça presente na sua vida – e na de todos os homens – com Sua força de vida nova e de paz. Que você se deixe alcançar pelo Ressuscitado que sempre infunde coragem e paz. Desejo que você, como os discípulos de Emaús, se deixe envolver pessoalmente pelo Ressuscitado e, assim, torne-se o melhor discípulo e missionário d’Ele, pois a Sua ordem como Ressuscitado é: “Não tenhais medo! Ide dizer aos meus irmãos que partam para a Galileia e lá Me verão!” / A “Galileia” de hoje é a sua casa, são os seus familiares, vizinhos, colegas e amigos a quem você deve anunciar, sem medo de nada nem de ninguém, que Ele ressuscitou verdadeiramente como havia dito. / A certeza de que o Filho de Deus se fez um de nós em Jesus e completou em Sua vida, morte e ressurreição o projeto de Salvação que brotou do amor apaixonado da Trindade Santíssima em favor da humanidade decaída, nos deve encher de uma alegria transbordante e nos tornar apaixonados seguidores e anunciadores de Seu Evangelho. / Com São Paulo, devemos todos dizer: “Com os fracos eu me fiz fraco para ganhar os fracos. Com todos, eu me fiz tudo, para certamente salvar alguns. Por causa do evangelho eu faço tudo, para ter parte nele” (1Cor 9,22-23). Que a celebração da Ressurreição do Senhor nos leve ao compromisso de construirmos, juntos, um Reino de discípulos e missionários da Boa Nova. / A você e a toda sua família, continuo desejando uma Feliz e Santa Páscoa!

5 – JESUS SAIU AO SEU ENCONTRO

Tu, que ao nascer do dia foste chorado / Pelas mulheres que perfumes levavam / Concede agora que o meu coração verta / Lágrimas de fogo por Teu amor ardente. / / E graças à boa nova que o anjo / Sentado na pedra clamava (Mt 28,2), / Faz que eu ouça o som / Da trombeta final que anuncia a ressurreição. / / Do sepulcro novo e virgem / Ressuscitaste com Teu corpo nascido da Virgem; / Foste para nós as primícias / E o primogénito de entre mortos. / / E a mim, a quem o Inimigo prendeu / Com o mal do corporal pecado / Digna-Te libertar-me de novo / Como o fizeste às almas prisioneiras dos mortos (1P 3,19). / / No jardim Te revelaste / A Maria Madalena, / Mas não permitiste que de Ti se aproximasse / Aquela que pertencia ainda à raça dos que caíram. / / Revela-Te a mim, também, ao oitavo dia / Na grande e derradeira madrugada; / E que nesse momento permitas / À minha alma indigna que se aproxime de Ti.

6 – E SAINDO ÀS PRESSAS DO TÚMULO, COM SENTIMENTOS DE TEMOR E DE GRANDE ALEGRIA, CORRERAM PARA DAR A NOTÍCIA AOS DISCÍPULOS

Hoje, a alegria da ressurreição faz das mulheres que foram ao túmulo, mensageiras valentes de Cristo. «Uma grande alegria» sentem em seus corações pelo anuncio do anjo sobre a ressurreição do Mestre. E foram «correndo» do túmulo a anunciar aos Apóstolos. Não podem ficar inativas e seus corações explodiriam se não o comunicavam a todos os discípulos. Ressoam em nossas almas as palavras de Paulo: «O amor de Cristo nos impele» (2Cor 5,14). / Jesus faz se o «encontradiço»: o faz com Maria Madalena e a outra Maria – assim agradece e paga Cristo sua ousadia de buscá-lo muito cedo pela manhã – e também o faz com todos os homens e mulheres do mundo. / As reações das mulheres ante a presença do Senhor expressam as atitudes mais profundas do ser humano diante de Aquele que é o nosso Criador e Redentor: a submissão – «abraçaram seus pés» (Mt 28,9) – e a adoração. Que grande lição para apreender a estar diante de Cristo Eucaristia! / «Não tenhais medo» (Mt 28,10), diz Jesus às santas mulheres. Medo do Senhor? Nunca, se é o Amor dos amores! Temor de perdê-lo? Sim, porque conhecemos a própria debilidade. Por isso abracemo-nos bem forte aos seus pés. Como aos Apóstolos no mar embravecido e os discípulos de Emaús peçamos-lhe: Senhor, não nos deixes! / E o Mestre envia as mulheres a anunciar a boa nova aos discípulos. Essa é também tarefa nossa, e missão divina desde o dia do nosso batismo: anunciar a Cristo por todo o mundo, «para que todo o mundo possa encontrar a Cristo, para que Cristo possa percorrer com cada um o caminho da vida, com a potência da verdade (…) que contem o mistério da Encarnação e da Redenção, com a potência do amor que irradia dela» (João Paulo II).

7 – FELIZ PÁSCOA!

Bom dia! Feliz Páscoa! / Como diria um padre que conheço: “ESSE MUNDO AINDA PAGA PARA QUE NÃO OUÇAMOS OU ACREDITEMOS EM JESUS”. / Acreditar em Jesus em alguns momentos tornou-se um grande desafio em meio a tantas crenças e crendices que vemos crescer. São tantos pastores buscando dinheiro em troca de falsas promessas; são ainda tantos interesses econômicos, sociais e pessoais que precisam prevalecer, mas que para isso Jesus precisa estar morto (hunf). / Acreditar em Jesus torna-se um ato de coragem quando se renega a programação de TV focada no corpo e no hedonismo que alguns programas oferecem. Acreditar em Jesus tornou-se um “ato heroico” em meio a tanta gente que se elege usando valores cristãos em seus comícios e propagandas eleitorais, mas ao serem eleitos constroem leis para que Ele seja esquecido, apagado… Um estado laico que esquece que os funcionários, que o cidadão, que as pessoas, não são. / Acreditar em Jesus é hoje um ato de personalidade quando um jovem opta pela missa, por participar de uma pastoral, de uma ação social, (…) ao invés de preencher sua vida com o vazio das LAN HOUSES, dos relacionamentos online (MSN, ORKUT, FACEBOOK). Acreditar no testemunho dos apóstolos e viver o que diz o livro dos atos dos apóstolos é um caminho desafiador em um mundo que nos ensina desde pequeno a sermos egoístas e individualistas. / Mas a páscoa traz de volta a esperança – o grão de trigo renasce. Revela-se novamente que ter fé, uma crença, uma identidade, vale à pena. Renasce também quem já dava por perdido, desiludido ou desanimado. Como os apóstolos que se põem aos pés de Jesus e recebem um levante confiante e uma nova missão: “(…) Jesus disse: – Não tenham medo! Vão dizer aos meus irmãos para irem à Galileia, e eles me verão ali”. / É um novo tempo de se encontrar. / “(…) Buscai o Senhor, já que ele se deixa encontrar; invocai-o, já que está perto. Renuncie o malvado a seu comportamento, e o pecador a seus projetos; volte ao Senhor, que dele terá piedade, e a nosso Deus que perdoa generosamente Pois meus pensamentos não são os vossos, e vosso modo de agir não é o meu, diz o Senhor; “(Isaias 55, 6-8) / A grande gratificação do cristão é ano após ano ver suas forças renovadas. Saber que o que acreditamos venceu o maior dos nossos medos – a morte. Entender que o tempo do silêncio e introspectivo litúrgico passa e agora retorna a alegria dos gestos e cantos. Um tempo convidativo a sair pelo mundo em missão e convidar os irmãos. Um tempo de gritar, pular e louvar aquele que se fez pequeno e enalteceu os humildes. Alguém que vale toda a nossa luta e crença. / Os dias tristes passaram, mas sabemos que um dia voltarão, pois o inimigo (ou inimigos) do projeto de Deus não descansará. Esse inimigo procurará transformar pequenas contendas em grandes discussões; pequenas dificuldades em muralhas intransponíveis, coragem em medo, ânimo em preguiça, projetos e sonhos em grandes decepções, mas feliz será aquele que mesmo assim perseverar e se atrever, como Pedro, levantar a vós e acreditar. / “(…) Então Pedro se levantou, junto com os outros onze apóstolos, e em voz bem alta começou a dizer à multidão: Meus amigos judeus e todos vocês que moram em Jerusalém, prestem atenção e escutem o que eu vou dizer! Estas pessoas não estão bêbadas, como vocês estão pensando, pois são apenas nove horas da manhã. O que, de fato, está acontecendo é o que o profeta Joel disse: É isto o que eu vou fazer nos últimos dias diz Deus -: Derramarei o meu Espírito sobre todas as pessoas. Os filhos e as filhas de vocês anunciarão a minha mensagem; os moços terão visões, e os velhos sonharão. Sim, eu derramarei o meu Espírito sobre os meus servos e as minhas servas, e naqueles dias eles também anunciarão a minha mensagem”. (Atos 2,14-18) / Viveremos agora a espera da festa de pentecostes, mas diferentemente de outros anos, não se esconda. Jesus cumpriu a promessa de vencer a morte, cumprirá quantas vezes for necessário o pentecostes em nossa vida. / Um imenso abraço fraterno.

8 – ALEGRAI-VOS, NÃO TENHAIS MEDO; IDE ANUNCIAR

As mulheres estavam com medo, por causa da sua limitação humana, mas correram com grande alegria para dar a notícia aos seus amigos. A alegria é o sinal que o cristão dá ao mundo da sua fé e esperança na ressurreição de Jesus. O medo é consequência da nossa limitação humana e é mais intenso na medida em que nós não conseguimos nos apoiar na fé e na esperança. A alegria e o destemor são sinais de que a nossa vida está guardada com Jesus e é a nossa motivação para também anunciar ao mundo a sua presença em nós. / Jesus também vem a nós na hora que nós estamos temerosos diante das coisas que ainda não entendemos e nos alenta: “Alegrai-vos, não tenhais medo; Ide anunciar”! Só podemos dar testemunho de que Jesus está vivo e faz vida em nós, quando vivemos realmente esses três mandatos de Jesus. A alegria é o primeiro sinal de uma vida em Deus; O destemor faz parte da vida do cristão, e anunciar o Evangelho é a missão de todos aqueles que vivem em Cristo. / O medo faz parte da nossa humanidade, porém, quando nós nos apropriamos da Palavra de Cristo e assumimos as suas promessas nós podemos atravessar o vale escuro sem nenhum temor. Tudo na vida passa e todas as dificuldades nós poderemos suportar em vista da alegria de ter uma vida interior renovada pela presença de Jesus dentro de nós. Alegremo-nos: Jesus ressuscitou e está no meio de nós, vitorioso para nos fazer também vencedores. Reflita: – Você tem obedecido às ordens de Jesus? – Você cultiva a alegria? – O que o seu coração ainda teme? – Como você tem anunciado ao mundo a sua vida nova? – Você tem se apossado das promessas de Deus e confiando na Palavra de Cristo? – Então você já é um vencedor, uma vencedora! / Amém.

9 – NÃO TENHAM MEDO

O coração humano, quando tocado pelo amor divino, torna fonte de luz, a tirar da escuridão, muitos corações sombrios! / A todo instante somos chamados a fazer a experiência deste amor, no encontro com o Cristo ressuscitado! É a partir deste encontro, que a nossa vida se transforma, o medo dá lugar a coragem, a desesperança se transforma em esperança e a tristeza em alegria! / A alegria é o sinal que o Cristão dá ao mundo, da sua adesão a Cristo! É uma alegria que não se resume em um sentimento superficial, inconsistente, pelo contrário, é alegria duradora, consistente, de origem divina, que brota do coração e transparece pelo olhar! / Quem faz a experiência com o Cristo ressuscitado, se enche de alegria, passa a sentir necessidade de anunciá-lo ao outro. / O evangelho de hoje, nos fala desta alegria, vivenciada pelas primeiras testemunhas da ressurreição de Jesus! Duas mulheres, que ao visitarem o sepulcro de Jesus, naquela manhã de domingo, puderam vivenciar a maior de todas as alegrias: a notícia de que Jesus havia ressuscitado! / Alegres e ao mesmo tempo amedrontadas com tudo aquilo que era grande demais ao seu entendimento, elas partem, apressadamente para levar a notícia aos discípulos que se encontravam abatidos pela morte de Jesus. Enquanto caminhavam, fora lhes reservada uma alegria ainda maior: o encontro com próprio Cristo Ressuscitado, o sinal vivo da vitória da vida sobre a morte! / Jesus, vai ao encontro delas e diz: “Alegrem-se”! Naquele momento, aquelas duas mulheres tomadas de alegria e emoção se inclinam e abraçam os pés de Jesus, num gesto profundo de amor e fé. A partir de então, elas sentem-se libertadas do medo que as aprisionavam e se colocam em ação: levar aos discípulos, o recado de Jesus, convocando-os a se dirigirem para a Galileia, para o encontro com Ele. / Podemos nos perguntar: por que Jesus encontraria com os discípulos na Galileia? Tudo nos leva a crer, que Ele escolheu aquele local, por ter sido ali, o começo de tudo. Certamente, seria ali também, o ponto ideal de partida para a nova missão dos discípulos. Eles haveriam de refazer a mesma trajetória que antes fizera na companhia de Jesus, a caminho de Jerusalém. / Percorrendo este mesmo caminho, embora sem a presença física de Jesus, eles certamente lembrariam de todos os ensinamentos que lhes foram passados por Ele, o que lhes ajudaria a exercer bem, a missão que a eles foi delegada: anunciar a Boa nova do Reino. / O texto de hoje, nos mostra também, duas realidades presente no nosso meio: A mentira e a verdade. De um lado, a verdade representada pelas mulheres, que testemunharam a ressurreição de Jesus, tornando-as as primeiras mensageiras da mais bela noticia que se ouviu no mundo! / Do outro lado, a mentira, representada pelo contratestemunho das autoridades, que numa ultima tentativa de negar a divindade de Jesus, tentam esconder do povo, a mais clara verdade que ainda ressoa em todos os confins da terra: JESUS RESSUSCITOU, ELE VIVE ENTRE NÓS! / Mais uma vez, o anuncio da Ressurreição de Jesus, vem realimentar as nossas esperanças, firmando em nós, a certeza de que, com Deus, venceremos todas as adversidades da vida. / “Nada será contra nós, se Deus é a nossa favor”! / FIQUE NA PAZ DE CRISTO!

10 – JESUS RESSUSCITOU

O Evangelho de hoje nos coloca diante da constatação de um fato histórico, a ressurreição de Jesus Cristo, o Filho de Deus vivo. / Aquelas mulheres após constatar que Jesus havia voltado à vida, voltaram depressa cheias de alegria, para dar a nova notícia aos amigos de Jesus. / Em outras passagens deste fato consumado por outros evangelistas, esta cena é mostrada, ou relatada, dizendo que Aquelas mulheres ficaram desapontadas ao perceber que o sepulcro havia sido “violado”, no entender delas. Pensaram que o corpo de Jesus havia sido roubado. Esqueceram a promessa de Jesus referente à sua ressurreição. Foi um momento de choque daqueles que a gente fica como que travado sem reação por uns instantes. Mas tarde, com as várias aparições de Jesus ressuscitado, elas creram. / Prezado leitor, prezada leitora. A ressurreição de Cristo foi o seu maior milagre. Foi um fato histórico, ao contrário de que alguns pensam que foi um fato ”fabricado” pelos apóstolos. Jesus apareceu para inúmeras pessoas segundo Paulo. Além das aparições que não foram somente aos “chegados” ou amigos, como alguns dizem, Jesus nos deixou o Santo Sudário que foi uma espécie de Xerox de todo o seu corpo de frente e trás./ Se eu não acredito na ressurreição de Jesus, a minha fé é vã, é mutilada, é incompleta, é pela metade. / Se você não aceita o fato de que Jesus voltou a viver em um corpo glorioso, esse mesmo Jesus que para você não passou de um mágico que fez grandes demonstrações como um ilusionista, e, do ponto de vista social para você acha que Jesus foi um socialista, uma espécie de Che Guevara, ou coisa parecida, você está enganado. Meu caro, você está redondamente enganado! Isso é um absurdo! Mesmo porque, nenhum ilusionista seria capaz de fazer o que Jesus fez, sem que sejam descobertos os seus truques. / Ele disse ao paralítico: “Levanta, pega a tua cama e anda…” / Gritou forte: “Lázaro, vem para fora!” / Jesus andou sobre as águas e não afundou. / Você poderia argumentar: Ah! Mais eu já vi um certo ilusionista famoso andar sobre as águas, na TV. / Eu lhe garanto: Mas no filme até eu faço truques! E já fiz alguns. Como por exemplo: Eu faço a pessoa desaparecer de cena. Mas é truque de filmagem, é um efeito especial. Quero ver estes “adivinhos” “videntes” e “mágicos” acertarem o número da próxima Mega Sena. Nenhum deles são capazes de fazer isso! / Preste atenção: Aquele famoso ilusionista andou de fato sobre as águas de um lago raso, e foi rodeado por barcos em sua volta para mostrar que não havia nenhuma tábua logo abaixo da lâmina d´água para ele pisar sem afundar. E se você observar direito, ele está vestindo um colete. Colete? Mais se está em um lago, não deveria estar sem camisa! Pois é, meu caro! O colete foi para encobrir a amarração do cabo de aço em seu corpo, cabo esse que provavelmente estava fixado por uma roldana, ou argola a outro cabo de aço esticado bem ao alto, acima do lago, que o pendurou sobre a superfície das águas. Repare que ele está com o corpo duro, ereto, não se movimenta para os lados, uma prova de que estava realmente pendurado. Aquele cabo, segundo comentários de quem entende de truques de filmagens, estava encapado com plástico, silicone, ou coisa parecida, para ficar invisível para as câmeras de T.V. / No tempo de Jesus não existiam câmeras, nem filmagens… kkk / Jesus não fez truques, mas sim, fatos extraordinários, ou seja, milagres que comprovaram a sua divindade. / Oremos: Creio em Um só Deus Pai que nos enviou seu Filho para nos salvar dos pecados, o qual provou ser o próprio Deus pelos seus milagres, creio na ressurreição, na hóstia consagrada, na vida eterna, amém.

11 – AS PRIMEIRAS TESTEMUNHAS…

As mulheres são as primeiras testemunhas do fato que veio a se tornar o centro de toda Fé Cristã: a Ressurreição do Senhor! Consideradas graças a um certo machismo, como sexo frágil, e ainda hoje tentando fazer delas um mero objeto, na Santa Igreja a mulher ocupa um papel de destaque. / Basta ver que tudo começou com elas, primeiro Maria de Nazaré, de cujo SIM ao Projeto Divino, permitiu vir até nós o Salvador do Mundo, sempre discreta, sem pretensão de ocupar cargos importantes na comunidade primitiva, Maria é modelo da primeira cristã e primeira discípula de Jesus. / Na celebração pascal, quando vai acontecer a nova criação a partir da ressurreição do Senhor, quem está lá á frente de todos, para ver e experimentar os primeiros momentos dessa nova humanidade ressurgida da Graça de Deus: elas, as mulheres novamente. Viram o túmulo vazio, sinal de que o Senhor havia irrompido das profundezas da morte, ouviram a catequese do anjo e compreenderam… diz o texto, com certo medo mas também cheias de alegria elas se afastaram do túmulo, deixando para trás a morte para assumirem a Vida nova que dali irrompera na Gloria de Deus. / Toda essa abertura á Revelação Divina permitiu-lhes experimentar o Cristo Vivo, a quem reconhecem como Deus e se prostram a seus pés para adorá-lo. Jesus as encoraja e as envia em missão, são as primeiras missionárias da nossa Igreja e vão fazer o feliz anúncio ao restante da comunidade, os discípulos de Jesus entre eles Pedro, o Chefe da Igreja recém nascida. / Se quiserem fazer essa experiência podem conferir, em nossa Igreja, nas pastorais e movimentos, as mulheres são a maioria esmagadora, pois Deus sabia que poderia contar com elas, mesmo com toda fragilidade, são sensíveis e sempre abertas á Boa Nova do Evangelho! / Os guardas, tanto como as mulheres também viram o túmulo vazio mas descrentes na Boa Nova e fechados para a possibilidade da Graça de Deus, também partem até a cidade, para anunciarem aos poderosos da Religião Oficial. Quando a gente não se permite fazer a experiência de Jesus em nossa Vida, quando nos recusamos a crer e a se abrir á revelação que acontece em Jesus Ressuscitado, começamos a viver á nossa vida a partir de uma mentira. Foi o que fizeram os Judeus, que deram propina aos guardas do sepulcro para que eles espalhassem a notícia de que os discípulos haviam roubado o corpo de Jesus. / Louvemos a Deus por nossas mulheres que se doam, corajosas, intrépidas, cheias de ternura e que enfeitam com a sua feminilidade ás nossas comunidades. E aos que veem no Cristianismo apenas uma Mentira, clamemos para que a misericórdia do Pai os alcance e os envolva. Amém!

12 – …

13 – …

14 – …

15 – …

MONIÇÕES

MONIÇÃO AMBIENTAL OU COMENTÁRIO INICIAL

A vitória de Cristo sobre a morte marca a nossa existência e fundamenta a nossa fé. Sua presença entre nós nos enche de alegria. Ele nos convida a sair de nós mesmos, buscá-lo onde se encontra e anunciá-lo como salvador e redentor da humanidade.

MONIÇÃO PARA A(S) LEITURA(S) E O SALMO

A morte e ressurreição de Jesus é o acontecimento histórico que norteia toda a vida do cristão. Essa notícia foi vivida e anunciada com alegria, antes de tudo, pelas mulheres.

MONIÇÃO PARA O EVANGELHO

Aleluia, aleluia, aleluia. Este é o dia que o Senhor fez para nós, alegremo-nos e nele exultemos (Sl 117,24).

ANTÍFONAS

Antífona da entrada

O Senhor vos introduziu na terra onde correm leite e mel; que sua lei esteja sempre em vossos lábios! (Ex 13,5.9)

Antífona da comunhão

O Cristo, ressuscitado dos mortos, já não morre; a morte não tem mais poder sobre ele, aleluia! (Rm 6,9)

ORAÇÕES DO DIA

Oração do dia ou Oração da coleta

Ó Deus, que fazeis crescer a vossa Igreja, dando-lhe sempre novos filhos e filhas, concedei que, por toda a sua vida, estes vossos servos e servas sejam fiéis ao sacramento do batismo que receberam, professando a fé. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Preces da Assembleia ou Oração da Assembleia

— Senhor, renovai todas as coisas.

— Cristo, nossa Páscoa, abençoai os que se dedicam à vossa Igreja.
— Luz do mundo, iluminai a sociedade, para que caminhe na paz e na justiça.
— Alegria das pessoas, abençoai as mulheres que se põem a serviço da comunidade.
— Força dos fracos, encorajai e fortalecei os doentes, os sofredores, os desanimados.
— Vencedor da morte, fazei brilhar para todos os falecidos a luz da ressurreição.

Concluamos as preces com a oração da Campanha da Fraternidade:

Senhor Deus de amor, / Pai de bondade, / nós vos louvamos e agradecemos pelo dom da vida, / pelo amor com que cuidais de toda a criação. / Vosso Filho, Jesus Cristo, / em sua misericórdia, / assumiu a cruz dos enfermos e de todos os sofredores, / sobre eles derramou a esperança / de vida em plenitude. / Enviai-nos, Senhor, o vosso Espírito. / Guiai a vossa Igreja, / para que ela, pela conversão, / se faça sempre mais solidária / às dores e enfermidades do povo / e que a saúde se difunda sobre a terra. Amém.

Oração sobre as oferendas

Acolhei, ó Deus, nós vos pedimos, as oferendas do vosso povo para que, renovados pela profissão da fé e pelo santo batismo, consigamos a felicidade eterna. Por Cristo, nosso Senhor.

Oração depois da comunhão

Transborde, ó Deus, em nossas almas a graça dos sacramentos pascais, para que, tendo-nos introduzido no caminho da salvação, nos torneis dignos dos vossos dons. Por Cristo, nosso Senhor.

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s