LDP: 16/JUL/12

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA

16/Abr/2012 (segunda-feira)

LEITURAS

Atos dos Apóstolos 4,23-31 (Livro do novo ou 2º testamento / Livros Históricos)

23 Naqueles dias, logo que foram postos em liberdade, Pedro e João voltaram para junto dos irmãos e contaram tudo o que os sumos sacerdotes e os anciãos haviam dito. 24 Ao ouvirem o relato, todos eles elevaram a voz a Deus, dizendo: “Senhor, tu criaste o céu, a terra, o mar e tudo o que neles existe. 25 Por meio do Espírito Santo, disseste através do teu servo Davi, nosso pai: ‘por que se enfureceram as nações, e os povos imaginaram coisas vãs? 26 Os reis da terra se insurgem e os príncipes conspiram unidos contra o Senhor e contra o seu Messias’. 27 Foi assim que aconteceu nesta cidade: Herodes e Pôncio Pilatos uniram-se com os pagãos e os povos de Israel contra Jesus, teu santo servo, a quem ungiste, 28 a fim de executarem tudo o que a tua mão e a tua vontade haviam predeterminado que sucedesse. 29 Agora, Senhor, olha as ameaças que fazem e concede que os teus servos anunciem corajosamente a tua palavra. 30 Estende a mão para que se realizem curas, sinais e prodígios por meio do teu santo servo Jesus”. 31 Quando terminaram a oração, tremeu o lugar onde estavam reunidos. Todos, então, ficaram cheios do Espírito Santo e anunciaram corajosamente a palavra de Deus.

Salmo 2, 1-3. 4-6. 7-9 (R. Cf. 12d) (Livro do velho ou 1º testamento / Livros Poéticos e Sabedoria ou Sapienciais)

12d Felizes hão de ser todos aqueles que põem sua esperança no Senhor. Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia.
— 1 Por que os povos agitados se revoltam? por que tramam as nações projetos vãos? 2 Por que os reis de toda a terra se reúnem, + e conspiram os governos todos juntos contra o Deus onipotente e o seu Ungido? 3 ‘Vamos quebrar suas correntes’, dizem eles, ‘e lançar longe de nós o seu domínio!’
— 4 Ri-se deles que mora lá nos céus; zomba deles o Senhor onipotente. 5 Ele, então, em sua ira os ameaça, e em seu furor os faz tremer, quando lhes diz: 6 ‘Fui eu mesmo que escolhi este meu Rei, e em Sião, meu monte santo, o consagrei!’
— 7 O decreto do Senhor promulgarei, + foi assim que me falou o Senhor Deus: ‘Tu és meu Filho, e eu hoje te gerei! 8 Podes pedir-me, e em resposta eu te darei + por tua herança os povos todos e as nações, e há de ser a terra inteira o teu domínio. 9 Com cetro férreo haverás de dominá-los, e quebrá-los como um vaso de argila!’

Evangelho de Jesus Cristo segundo as palavras de João 3,1-8 (Livro do novo ou 2º Testamento / Livros Históricos)

1 Havia um chefe judaico, membro do grupo dos fariseus, chamado Nicodemos, 2 que foi ter com Jesus, de noite, e lhe disse: “Rabi, sabemos que vieste como mestre da parte de Deus. De fato, ninguém pode realizar os sinais que tu fazes, a não ser que Deus esteja com ele”. 3 Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, te digo, se alguém não nasce do alto, não pode ver o Reino de Deus”. 4 Nicodemos disse: “Como é que alguém pode nascer, se já é velho? Poderá entrar outra vez no ventre de sua mãe?” 5 Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade, te digo, se alguém não nasce da água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus. 6 Quem nasce da carne é carne; quem nasce do Espírito é espírito 7 Não te admires por eu haver dito: Vós deveis nascer do alto. 8 O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece a todo aquele que nasceu do Espírito”.

COMENTÁRIOS

… Eu sou o CAMINHO …

Hoje, há pessoas que preferem os velhos esquemas e não aceitam uma mudança, não se colocam com sinceridade diante de Deus, nem querem seguir Jesus, deixando-se guiar por ele. É preciso deixar que o Espírito Santo aja com todas a liberdade em todos os âmbitos de minha vida. Isto é “nascer de novo”. Dizia João Paulo II: “Não tenham medo de Jesus. Não tenham medo da vida nova que ele nos oferece. Ele mesmo dá a nós a possibilidade de acolhê-la e colocá-la em prática”.

… a VERDADE …

Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Jo 3,1-8, e observo pessoas, palavras, relações, lugares. O fariseu, líder dos judeus Nicodemos procura Jesus à noite. Este homem reconhece que Jesus é um mestre enviado por Deus. Jesus lhe diz que é preciso “nascer de novo”. Não queria, na verdade, dizer nascer no sentido que entendemos. Queria dizer, “converter-se”, deixar para trás os velhos esquemas mentais e acolher o “novo”, a novidade de vida proposta por Jesus.

… e a VIDA …

Pai, faze-me nascer de novo e renovar minha condição de discípulo de Jesus, totalmente confiado em ti, a serviço da construção do teu Reino.

Qual deve ser a MISSÃO em minha VIDA hoje?

Meu novo olhar é aberto hoje para descobrir e viver a novidade da Ressurreição de Jesus. O Espírito me indicará os novos caminhos.

REFLEXÕES:

1 – NASCER DE NOVO

Em João, este diálogo com Nicodemos acontece durante a primeira visita de Jesus a Jerusalém, depois da expulsão dos comerciantes do Templo. Os sinais feitos por Jesus despertaram a fé em muitos. Jesus percebia que era uma fésuperficial, misto de curiosidade e sinceridade. Nicodemos representa o grupo dos fariseus. Encontra-se com Jesus, furtivamente, à noite. Reconhece que Deus está com Jesus, mas está apegado à expectativa do messias glorioso. Sua formação legalista não lhe permite entender a mensagem de Jesus, em sua linguagem simbólica. Não compreende o que é nascer do alto, nascer da água e do Espírito. Em lugar da rigidez da Lei carnal, é o Espírito que a todos conduz. O nascimento do alto, a acolhida e a docilidade ao Espírito de amor completam a criação do homem e da mulher.

2 – JESUS E NICODEMOS

O Evangelho de hoje nos mostra uma nova oposição entre o velho e o novo, que não acontece mais segundo o tempo, mas segundo a condição do homem diante de Deus. O homem velho é o homem do Antigo Testamento, o homem que vive segundo a lei, é escravo do pecado e da morte. O homem novo é o homem que participa da Nova Aliança, é cidadão do Reino de Deus, não vive mais segundo a lei, mas vive o novo mandamento, o mandamento do amor, não é mais escravo do pecado, mas é filho de Deus, é livre e vive segundo a graça e não é mais prisioneiro da morte porque tem a Vida nova em Cristo.

3 – NICODEMOS E JESUS

Várias eram as interpretações sobre a identidade de Jesus. Este chefe dos judeus, Nicodemos, o considera um “rabi”. Os rabis eram mestres da Lei que ensinavam a sua estrita observância, pela qual se antecipariam os tempos apocalípticos da manifestação da glória de Israel. Diante do engano de Nicodemos, Jesus, com sutileza, lhe apresenta o caminho da conversão: o nascer do alto. É a proposta da substituição da Lei pelo Espírito. Nicodemos, que representa a doutrina judaica, não o entende. O nascer do Espírito é a perfeição da criação, confere à carne o dom da eternidade e aos homens e mulheres, a filiação divina. A ação vivificante do Espírito não está atreladaa nenhum sistema religioso ou legal. O Espírito é livre, sopra onde quer, e assim também quem nasce do Espírito.

4 – A CONVERSÃO DA PRÓPRIA VIDA EXIGE UM VERDADEIRO ARREPENDIMENTO

Neste texto do Evangelho de hoje, vemos o diálogo de Jesus com Nicodemos, um convite à conversão, pois coloca em confronto duas opções de vida: daquele que crê e daquele que não crê. Nesta Palavra, confronta-se o agir de quem pratica o mal e ama as trevas e de quem pratica a verdade e se aproxima da luz. Jesus rejeitava, muitas vezes, aqueles que tentavam segui-Lo. A um jovem rico que buscava o Seu conselho, Ele replicou com palavras tão fortes que o homem foi embora entristecido, não disposto a seguir o Senhor a tão alto preço. A um importante líder religioso, Nicodemos, que tinha vindo louvar Jesus, o Senhor respondeu abruptamente: “Você tem de nascer de novo se quiser, ao menos, ver o reino de Deus!”. Jesus revelava, francamente, as dificuldades em segui-Lo e rejeitava todos os que tentavam fazê-lo de forma inadequada. Jesus pregou sobre o tema: “Não pode ser meu discípulo”, discutindo abertamente a necessidade de calcular o custo antes de embarcar no discipulado. Não era por que Jesus não quisesse seguidores; Ele veio ao mundo para buscar e salvar os perdidos. Ele estava profundamente comovido pela multidão perdida e ansiava pela sua conversão. Mas Ele sabia que não seria fácil para os homens segui-Lo e que eles estariam inclinados a enganarem-se a si mesmos, pensando que eram discípulos, quando não eram. O Senhor nunca deixou de declarar francamente o que a conversão real exige. A troca de palavras entre Jesus e Nicodemos, neste Evangelho de hoje, é fascinante. Nicodemos era um chefe religioso e veio até Jesus, louvando Seus ensinamentos e milagres. É difícil saber o que se passava na mente deste homem enquanto falava. Talvez estivesse esperando louvor, uma posição na administração de Jesus ou um voto de confiança pela obra que ele mesmo estava fazendo como mestre em Israel. Mas a resposta surpreendente de Jesus foi: “Nicodemos, você precisa começar tudo de novo se quiser entrar no reino de Deus”. Seja o que for que Nicodemos estivesse esperando, não era isto. A resposta de Jesus significava que toda sua religião, toda a sua atividade no ensino e sua posição no Judaísmo eram sem valor em relação ao domínio de Deus. Nós também precisamos ver que toda a nossa religião e nossa própria grandeza nada valem. As realizações do passado nada representam. Precisamos recomeçar tudo novamente para sermos capazes de entrar num relacionamento com Deus. Mas para isso basta olhar para o que Jesus ensinou. Para Ele é loucura começar um projeto sem entender primeiro o que será exigido para terminá-lo. Ele ilustrou com a ideia de um homem que começou a construir uma torre, mas, loucamente, esqueceu-se de fazer um orçamento para determinar, não sabia se teria fundos para completá-la e, assim, teve de parar no meio do projeto. A verdadeira conversão necessita de um cuidadoso exame do estilo de vida que Deus espera do convertido. O arrependimento, que é essencial à verdadeira conversão, envolve morte ao pecado. A Bíblia o compara à morte e ressurreição de Cristo. Tem que haver uma mudança de estilo de vida radical. A Bíblia usa termos como matar o velho homem e revestir-se com o novo, e descreve com minúcias as mudanças exatas que precisam ser feitas. Maus hábitos — embriaguez, imoralidade sexual, ira, ganância, orgulho, etc. — precisam ser eliminados da própria vida, ao passo que devem ser acrescentados o amor, a verdade, a pureza, o perdão e a humildade. Este é o resultado do arrependimento. Muitas pessoas tentam ser convertidas e converter outras, sem arrependimento. Elas ensinam um Cristianismo “indolor”, que não exige sacrifício. Elas salientam as emoções, a felicidade e as bênçãos, porém, pensam pouco sobre as mudanças reais que a conversão exige na vida diária da pessoa. Entendamos isso claramente: não há conversão sem que haja também uma transformação. Aquele que creu e foi batizado, aquele que até mesmo participa fielmente das atividades religiosas dentro da comunidade cristã, mas que não se arrependeu, não é salvo. O arrependimento é um compromisso sério, determinado, para mudar sua própria vida. Para tomar parte realmente na Ceia do Senhor, a pessoa precisa “nascer de novo” no poder da água e do Espírito Santo. Ela precisa executar o ato certo pelo motivo certo. A pessoa precisa ser um discípulo fiel.

5 – …

6 – …

7 – …

8 – …

9 – …

10 – …

11 – …

12 – …

13 – …

14 – …

15 – …

MONIÇÕES

MONIÇÃO AMBIENTAL OU COMENTÁRIO INICIAL

MONIÇÃO PARA A(S) LEITURA(S) E O SALMO

MONIÇÃO PARA O EVANGELHO

ANTÍFONAS

Antífona da entrada

Antífona da comunhão

ORAÇÕES DO DIA

Oração do dia ou Oração da coleta

Preces da Assembleia ou Oração da Assembleia

— …

— 

Oração sobre as oferendas

Oração depois da comunhão

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s