Liturgia Diária 25/12/16

Liturgia Diária 25/12/16 (Domingo) – João 1, 1-18.

Bom dia. REFLEXÃO DE JOSÉ SALVIANO.

“O Menino Jesus, chegou como a Luz que vai clarear as trevas, iluminar os nossos caminhos, para que não tropeçamos nas pedras e não caímos nos buracos, e nos penhascos da caminhada terrestre.

“Eu sou a luz do mundo, e quem crer não andará nas trevas”

Jesus veio ao mundo como luz que nos ilumina. Alguns rejeitaram essa Luz, porém, não conseguem apagá-la. Os incrédulos por mais que se esforçaram, eles não conseguiram até hoje apagar Deus das mentes dos que acreditam. E alguns ficam indignados, frustrados, outros partem para a agressão verbal, mas nada disso adianta. Deus existe e está no meio de nós. Até hoje não foi possível deletar o desejo de Deus que está gravado nas mentes humanas.

O natal é uma prova disso. O mundo todo para de trabalhar e comemora o nascimento de Jesus, aquele que veio para nos libertar da incredulidade, do pecado, e nos conduzir à salvação eterna.

No início Deus falou aos homens pela boca dos profetas. Depois, a sua palavra se fez carne e habitou no meio de nós, e pela boca do seu Filho, Deus nos falou tudo o que precisamos saber para alcançar um dia a salvação eterna.

Jesus é Deus que assumiu a realidade humana, foi Aquele que veio na simplicidade, nascendo humilde, pobre, pois Ele optou pelos fracos. Ele veio para que nós o conhecêssemos em sua divindade, bondade de forma suave.

E nós, ao acolher Jesus, e sua palavra, teremos benefícios maravilhosos em nossas vidas: terrena e celestial. Quando aceitamos Jesus somos transformados, e glorificados pela graça e pelo perdão divino, e somos preparados para o prêmio que virá. Ou seja, nós que acreditamos naquele que foi enviado pelo Pai, teremos a nossa recompensa na Terra e nos Céus. Pois aceitar Jesus, é a atitude fundamental, indispensável a nossa salvação.

É Natal! É hora de reconciliação! É hora de perdoar o irmão, a irmã, e tocar a vida para a frente. Natal é momento de confraternização, com a família reunida, esquecendo as brigas, as desavenças, e comemorando com alegria, a vinda do Senhor Jesus Cristo.

O clima de Natal é algo mágico. Paira no ar uma atmosfera de alegria, de  pausa nos trabalhos, de perdão, de aceitação do outro, da outra, principalmente para aqueles que estão vivendo uma vida com tudo sobre os trilhos, aqueles que estão no caminho certo, seja economicamente, seja espiritualmente, ou os dois, de preferência.  Natal é festa, é estar reunidos, é comer com fartura e confraternização.

Mais o Natal não é só isso. Não é só comer, beber, brindar, brincar, sorrir e depois descansar.

O Natal não é só farrear. O Natal é a notícia da chegada de um Deus invisível que se fez próximo de nós, que viveu entre nós e no nosso meio, é a festa da comemoração de Deus que se fez visível!

O Natal é o momento em que vamos pensar em Jesus Cristo, o Filho de Deus vivo, que veio ao mundo nos trazer uma mensagem de salvação, uma mensagem de vida em abundância, UMA MENSAGEM DE PAZ. Essa PAZ deve começar dentro de cada um de nós. É a paz entre eu e Deus! A paz da consciência limpa, pura, e sem pecados. É a paz de quem está vivendo a graça santificante, ou seja, a paz de quem está em estado de graça, de quem está vivendo na presença de Deus. E esta é a melhor paz. Vivendo assim, estaremos consequentemente na paz com os irmãos e com as irmãs.

Porém, para aqueles e aquelas que anunciam a palavra de Deus, que combatem a injustiça, esta paz pode estar arranhada pela perseguição por parte daqueles que se sentiram prejudicados com as nossas denúncias.

Fica tranquilo, pois Deus que vê tudo está guiando e acompanhando todos os seus passos, a sua trajetória de vida, e Ele não nos abandona. Ele estará conosco até o fim dos tempos.

O clima do Natal é mágico! É contagiante! E assim como a fé é um fenômeno psicológico instintivo, a inclinação, a vontade de abraçar, de sorrir para o irmão, para a irmã, também é algo instintivo. Pois ao acolher a pessoa do outro, estamos acolhendo o Menino Jesus.

No clima de Natal, nós deixamos tudo prá lá, as diferenças, as intrigas, e sentimos vontade de perdoar e de abraçar a todos, em Cristo.

Mesmo os descrentes, os de outras religiões, eles comemoram do seu jeito, ou pelo menos respeitam os sentimentos dos outros, fazendo um momento de trégua do egoísmo, para curtir o clima de paz e alegria existente no ar, um clima mágico que brota das mentes dos seres humanos, de forma natural e espontânea.

É Natal, o Menino Jesus nasceu! Deus está no meio de nós!

Mais é só uma comemoração. Jesus não vai nascer de novo!  Pois o Natal é a festa universal do aniversário de Nosso Senhor Jesus Cristo!

FELIZ NATAL!”

slide1 slide2 slide3 slide4 slide5 slide6 slide7 slide8 slide9

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s