Liturgia Diária 09/01/17

Liturgia Diária 09/01/17 (Segunda) – Mateus 3, 13-17.

Bom dia. REFLEXÃO DE HELENA SERPA.

“Em Jesus não havia pecado algum, por esta razão Ele não precisaria ter sido batizado. No entanto, Ele mesmo fez questão de ser batizado por João para que se cumprisse toda a justiça de que falam as Escrituras.

Logo após ter sido imerso nas águas do rio Jordão, a voz do Pai se fez ouvir e o Espírito Santo se manifestou em forma de pomba, e assim se confirmou a filiação divina de Jesus: “Este é o meu Filho amado, no qual eu pus o meu agrado”.

Meditando sobre o Batismo de Jesus nós também podemos refletir sobre o nosso próprio Batismo, quando o Espírito Santo veio plenificar o nosso ser e a voz do Pai do céu também confirmou que, em Jesus, somos filhos e filhas amados. Fará toda diferença na nossa vida, a certeza de que a nossa adoção como filhos e filhas do Pai que está nos céus foi assinada com o sangue do Seu próprio Filho.

Na hora do nosso Batismo, nós somos inseridos no mistério da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus e recebemos a vida nova do Espírito Santo, que também manifesta a Sua ação e nos revela o Seu grande amor. Por isso, Jesus quis ser batizado.

Podemos imaginar o que aconteceu dentro da nossa alma, no mais profundo do nosso ser no momento em que fomos imersos (as) nas águas do Batismo. A voz do Pai se declarou a nosso favor e o sinal da Cruz de Jesus foi gravado no nosso coração.

Nunca poderemos esquecer de que somos filhos e filhas amados de Deus Pai, irmãos e irmãs de Jesus Cristo, por isso, temos direito à herança do reino dos céus. Em nós se encontram as riquezas do Espírito Santo, que são dons, virtudes, armas preciosas para vencermos a luta do nosso dia a dia aqui na terra.

Somos herdeiros (as) das promessas de Deus e o Seu Amor Eterno também jorra como fonte no nosso coração. Por mais que o mundo queira nos desestabilizar e confundir, sempre teremos uma chance de restauração e, mesmo passando pelo sofrimento da cruz nós temos em nós as marcas da Ressurreição de Jesus.

Como seria bom que todos os dias nós nos lembrássemos disso!

No Batismo nós recebemos um diamante que precisa sempre ser polido e esmerado para que não se suje nas artimanhas do inimigo.

Peçamos ao Espírito Santo que faça em nós essa obra e nos purifique de todo pecado para que possamos escutar a voz que vem do céu: “este é o meu filho amado, esta é a minha filha muito amada”.”

slide1 slide2 slide3 slide4 slide5 slide6 slide7 slide8 slide9

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s