Liturgia Diária 24/01/17

Liturgia Diária 24/01/17 (Terça) – Marcos 3, 31-35.

Bom dia. REFLEXÃO DA OLÍVIA COUTINHO.

“Jesus era humano e Divino, mas em toda situação que exigia Dele uma tomada de posição, era sempre o seu lado Divino que falava mais alto. Podemos perceber isto claramente no evangelho de hoje, quando ao ser informado que a sua mãe e seus irmãos, Jesus não afasta da multidão para atendê-los, não interrompe a sua missão Divina, junto aqueles que o Pai lhe confiara, para atender a sua família, demonstrando assim, uma atenção igualitária para com a família de sangue e o povo de Deus!

Para muitos, esta atitude de Jesus, soa como um desprezo Dele, para com sua mãe, o que não é verdade, pois ao acolher o povo como membros de sua família, Jesus demonstrou um amor grandioso pelo Pai, gesto, que certamente alegrou Maria, pois assim como Ele, ela só queria agradar o Pai!

Certamente, Maria não estranhou a postura de Jesus, pois ela sempre soube que mesmo tendo nascido de suas entranhas, Jesus não lhe pertencia, Ele pertencia ao povo, a todos que o Pai lhe confiara!

Mesmo sendo a escolhida para gerar o filho de Deus, ela sempre se portou humilde diante de Jesus, nunca reivindicou uma atenção especial por parte Dele, pelo contrário, se colocava como discípula Dele!

A partir do momento que Jesus ingressa na vida pública assumindo o seu Ministério, Maria passa a procura-lo, não mais na condição de Mãe e sim, de discípula que quer aprender com o Mestre.

Maria compreendia todas as atitudes do Filho, mais do que ninguém, ela sabia que Jesus havia vindo ao mundo para cumprir o que o Pai lhe designara.

Jesus disse: “Todo aquele que faz a vontade do meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”! Com estas palavras, Jesus não desconsiderou sua Mãe, pelo contrário, a elevou, pois ninguém mais do que Maria, tinha o desejo de fazer a vontade do Pai, pois ela se colocou como sua serva, desde o anúncio de que ela seria a mãe de Jesus! “Eis aqui a serva do Senhor, faça em mim, segundo a Sua vontade”!

Pensar que Jesus desconsiderou a sua mãe, é contradizer o que Ele pregava, vejamos em Mt 19, 19: “…honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo” e em Mt 15, 4: “Com efeito, Deus disse: Honra pai e mãe e Aquele que maldisser pai ou mãe certamente deve morrer”.

 “Se devem morrer àqueles que maldisser algo sobre o seu pai ou sua mãe, imagina então, àqueles que maldizem sobre José e Maria, que são os pais de Jesus”.

 Para não termos nenhuma dúvida quanto à consideração de Jesus para com sua Mãe, basta lembrar do seu cuidado com Ela no momento derradeiro à sua morte, quando na cruz, Ele a entrega aos cuidados do discípulo a quem amava, no Jo 19, 26-27: “Jesus, então, vendo sua mãe e, perto dela, o discípulo a quem amava, disse à sua mãe: ‘Mulher, eis teu filho’!”

Sempre que deparamos com este evangelho, ficamos centrados na referência que Jesus faz de quem é a sua família, com isso não meditamos a mensagem principal do evangelho, que é um convite a fazermos à vontade do Pai!

Quem for batizado e fazer a vontade do Pai, fará parte da família de Jesus!

FIQUE NA PAZ DE JESUS”

Um abraço fraterno, e que tenhamos um abençoado dia na graça do Senhor.

slide1 slide2 slide3 slide4 slide5 slide6 slide7 slide8 slide9

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s