Liturgia Diária 12/04/17

Liturgia Diária 12/04/17 (Quarta) – Mt 26, 14-25.

REFLEXÃO PESSOAL E INSPIRADA NA DE JOSÉ SALVIANO, DEHONIANOS E HELENA SERPA.

Mais uma vez o Evangelho nos revela como foi a traição do discípulo que entregou Jesus à morte.

No contexto, podemos então, refletir que enquanto Judas combinava com os sumos sacerdotes o preço da traição, apenas 30 moedas, os outros discípulos combinavam com Jesus o lugar aonde iriam comer a Páscoa! Cada um tinha o seu objetivo e interesse!

Com certeza, não foi somente pelo dinheiro que Judas aceitou entregar Jesus, mas sim, porque dentro do seu coração o inimigo já havia plantado a semente da traição e ele se deixou corromper, passando do pensamento à ação. Jesus estava consciente de tudo, sabia que iria ser traído e quem o iria trair. No entanto, apesar de ter conhecimento do que se passava no interior do coração de Judas, Jesus expressava abertamente os Seus sentimentos em relação ao traidor e continuava nos preparativos da Páscoa que marcaria o tempo em que seria entregue por amor a nós.

Jesus não dispensou a presença de nenhum discípulo e, na última Ceia ofereceu Seu Corpo e Seu Sangue na presença de todos eles. Hoje, somos nós os discípulos a quem Jesus oferece um lugar para celebrar com Ele a Páscoa da Ressurreição e, assim nos propõe: “Vou celebrar a Páscoa na tua casa”.

Ele sabe também o que se passa dentro do nosso coração e tem conhecimento de que somos aqueles que, costumeiramente, O traímos, mas mesmo assim nos faz o convite.

Ele sabe que O traímos por qualquer coisa e em qualquer ocasião, quando atraiçoamos as pessoas a quem invejamos e, por isso as caluniamos. Quando pomos em prática os maus pensamentos do nosso coração ou quando desprezamos os nossos irmãos e irmãs mais necessitados. Atraiçoamos e negamos os nossos irmãos por pouco mais ou nada, por ambição, por interesse, portanto traímos a Jesus.

De alguma forma, estamos igualmente sendo outro Judas, e, mesmo assim, não somos afastados por Jesus. Muito pelo contrário, somos até atraídos por Ele para o Banquete da Ressurreição que é o objetivo da Sua entrega.

Por isso, arrependamo-nos, portanto, e deixemos morrer o nosso pecado na Cruz com Jesus para que ressuscitemos com Ele e desfrutamos da verdadeira alegria que Ele conheceu.

Acreditem, Jesus hoje está dizendo a mim, a você: “Vou celebrar a Páscoa em tua casa “.

É o seu desejo fazer isso, porque Ele nos ama, e quer entrar na nossa vida, quer participar da nossa família. Jesus se ofereceu para fazer a Páscoa na casa daquele certo homem, assim como quer participar da família minha, da sua e de todas as famílias. Jesus não é como nós, que quando fazemos uma festa, convidamos as pessoas do nosso agrado, do nosso convívio social, as pessoas da nossa família. E este nosso gesto sempre é motivado pelo interesse do “toma lá dá cá”.

“Quando fizeres uma festa, convide os pobres…”, por isso, Jesus está hoje te convidando a celebrar a Páscoa com Ele, em sua casa.

Amigos e amigas, a nossa Páscoa deve ser de perdão, de reconciliação com todos os que nos tenham ofendido. A nossa Páscoa deve ser uma conversão sincera, com firme propósito de mudar de verdade a nossa vida. E é bom aqui lembrar, que somente nós ganhamos ou lucramos com isso. Porque Jesus não precisa de nós. Nós é que precisamos de Jesus.

Muitos que estão sofrendo com alguma doença em sua família, em um mal relacionamento, as agruras do desemprego, da falta do necessário para sobreviver, nem se importam de recorrer ao Pai que nos ama e quer que tenhamos uma vida digna.

Aquele jovem que está sofrendo por ter perdido o emprego, o pai de família que está acamado, à jovem que está com problemas em seu trabalho, nem se lembram de rezar, de orar, nem se lembram de pedir ao Pai que tenha misericórdia do seu sofrimento. Deus sabe de tudo o que nós necessitamos. Porém, é do seu agrado que nós o peçamos.

Caríssimas, e caríssimos, Jesus quer celebrar a Páscoa na sua casa! É verdade!

Ele quer celebrar a Páscoa na sua vida, na sua família.

Aceite a sua proposta! Deixe Jesus vir. Receba-o de braços abertos, e tudo vai mudar em sua vida. Você vai ver que depois de aceitar Jesus, tudo vai passar, tudo será mais fácil passar, e você vai sorrir outra vez!

A sua vida só tem sentido se você viver ao lado de Jesus, seguindo o Evangelho, ou pelo menos tentando seguir, tentando ser cristão. Deus valoriza muito a nossa intenção.

Muitas vezes, nós tentamos ser fiéis e nem sempre o conseguimos. Porém, a nossa boa vontade, o nosso propósito de melhorar é bem visto por Jesus.

Por outro lado, podemos cometer um algum pecado leve, podemos agir mal, porém, se não tivemos a intenção de maltratar ou de ofender alguém, o nosso pecado poderá ser relevado, perdoado. Peçamos desculpas àquela pessoa, e perdão ao Pai por meio de Jesus. Com certeza, Ele vai reconhecer a nossa fragilidade, a nossa inocência, por causa da ausência da intenção de fazer mal ao próximo.

Queridos irmãos e irmãs, então, hoje ficamos sabendo de algo maravilhoso! Jesus quer comemorar a Páscoa em nossa companhia!

Mas veja bem, Ele não força a barra! Ele não invade a nossa vida, a nossa residência, como o faz satanás. Jesus apenas sugere, apresenta, mostra, fala, ama.

Agora, o resto, depende de nós, depende da nossa aceitação. Ele respeita o nosso livre arbítrio de querer ou não querer viver em sua companhia. Ele não nos obriga a ser bons, a ser cristãos, a aceitar a sua amizade.

Por isso, te pedimos Senhor Jesus Cristo, queremos, hoje, confessar-nos diante de Ti. Para isso, pedimos-Te um coração arrependido, e palavras humildes e sinceras. Também nós Te vendemos, mais do que uma vez. Todos os dias especulamos sobre a tua pessoa, e vivemos desse miserável lucro. Nós, que tu amas! Como podes suportar-nos ainda na tua casa, a comer o pão das tuas lágrimas e a beber o sangue do teu sofrimento? Vendido por nós, por quase nada, compraste-nos com o preço infinito do teu sangue. Que, através da ferida do teu Coração, possamos ser introduzidos e estabelecidos para sempre na comunhão do teu amor. Amém!

Agora, você é quem decide! Quer celebrar a Páscoa com Jesus? Ele pode fazer a ceia em sua casa?

Deus abençoe você! FIQUE NA PAZ DE JESUS!

Um abraço fraterno, e que tenhamos um abençoado dia na graça do Senhor. Confie em Deus!

Humildemente, seu irmão na Fé, Flávio Eduardo.

Meus queridos amigos e amigas, irmãos e irmãs em Cristo Jesus, obrigado pelas suas orações direcionadas a Ana Paula e a nossa família, pois, como VERDADE, temos a certeza que as orações daqueles que nos querem bem fizeram e fazem muita diferença, e já tivemos a graça de ter o mistério da oração realizado em nossa frente e em nossos corações. Obrigado!

Anúncios
Esse post foi publicado em Religião. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s